Curvas

Fiz muita curva errada na minha vida, cavei minha própria sepultura e pensei que jamais fosse sair daquela escuridão
Ainda não sei como fui capaz de alcançar o céu mais uma vez.
Eu não sei quem me salvou ou se eu mesma me salvei, mas eu não estou mais dentro daquela escuridão, mais ainda consigo senti-la em meu coração,
Sangue e fogo, decisões ruins, quase fui consumida,
Mais tudo bem essa é minha vida boba.
Posso sentir o vazio a um passo de mim, um movimento em falso e caio de volta naquela escuridão,
Mal tratada, deslocada, mal compreendida, tudo bem, isso é o que eu sou, não há como mudar.
Errada, sempre em dúvida e subestimada.
Eu sempre me senti assim, sou o que sou, e não me importo em ser assim.
Minha vida é assim, triste e solitária, mas ainda não consigo desistir dela.
Ainda continuo sonhando que alguém me veja de verdade, enxergue a fragilidade por baixo do meu enorme sorriso, e a tristeza em meus olhos.
Ainda busco aquele alguém capaz de trazer a vida que se esvai a cada dia nessa imensa solidão.
Por favor nunca se sinta culpado por não perceber que estou prestes a cair, não é sua culpa
Essa dor é só minha.
Mas ainda não estou pronta para desistir, ainda não consigo dar o derradeiro passo para esse escuridão
Não que eu tenha medo dela, não mesmo, mas fico pensando no que ainda a vida tem para me mostrar…
Se eu ficar, será que vou conhecer pessoas que realmente me notem?
Se eu ficar, sará que vou me apaixonar de novo? E viver um grande amor?
Se eu ficar, será que encontrarei a felicidade?
Se eu ficar, será que encontrarei um lugar para chamar de lar?
Se eu ficar, será que encontrarei um amigo que valorize nossa amizade?
São tantos “se” que realmente não tenho coragem de abrir mão de tudo sem descobrir o que a vida ainda tem pra mim.
As pessoas estão acostumadas a falar, mais nunca escutam quando realmente precisam
As pessoas agem como um sorriso significasse que você realmente esteja feliz.
Elas não enxergam os espinhos em nossos corações, as dores que carregamos, a solidão em que nos encontramos.
As pessoas não conseguem perceber o quanto nos estamos beirando aquele precipício, desejando que toda a dor se acabe,
As pessoas dizem para mudar, não pensar mais sobre isso. Mas elas nem sabem que quando fechamos os olhos tudo se torna ainda mais intenso, a dor chega a nos consumir sem piedade…
Eu sei quando a escuridão avança sobre mim, há sinais, ninguém os nota, somente eu…
Meu coração acelera, como se eu tivesse corrido uma maratona.
Minha mente não consegue relaxar, sou bombardeada por inúmeros pensamentos desordenados, sem sentidos, dolorosos e sombrios
Minha energia se esgota, mesmo quando não faço nada, é como se minha vontade de viver fosse drenada
E por fim o desânimo, angustia e a tristeza tomam conta de mim… e você acaba sentindo tudo em excesso.
Nesse momento a única coisa que eu penso é, “eu não quero sentir mais nada”, e nesse momento é quando a escuridão, o silencio e a quietude se tornam tentador,
E pensamentos de desespero nos consomem… Eu sei como é…
Muitas vezes eu olhei para a faca em minha mão e pensei e se eu me cortasse, será que alguém realmente sentiria minha falta, ou só choraria no velório por solidariedade?
Se eu me jogasse na frente de um carro isso iria doer? Ou acabaria num instante e eu em fim entraria a paz?
E se eu simplesmente pulasse, me jogasse do alto daquele penhasco alguém notaria minha ausência? Ou o tempo se encarregaria dessas lembranças?
O que eu significava para as outras pessoas?
Tantas perguntas, sem muitas respostas, então eu pensei, talvez se eu criasse um pouco e coragem e encontrasse algo que eu realmente gosto? Se eu desse uma chance para as pessoas e deixassem elas me verem como eu sou? Será que me amariam, se descobrissem os demónios que guardam dentro mim? Tudo que sufoquei todos esses anos por baixo aquele sorriso?
Talvez se eu pudesse alcançar a minha felicidade, talvez eu conseguisse viver um pouco mais para ver tudo acontece…
Talvez se eu lutasse contra todos os meus demônios e consegui me libertar!
Você deve fazer o mesmo, não deve desistir tão fácil da vida, ela é dolorosa, cruel e linda, mesmo com todas as suas pedras, buracos e ladeiras.
Talvez ela valesse a pena…
Então por favor nunca se sinta como se fosse menos do que perfeito
Sinto meu mundo inteiro desmoronando, mais engulo o meu medo e a dor como se bebesse uma cerveja bem gelada, e luto, por mim, pela vida, pela minha salvação.
Cansei de me importar com as criticas das pessoas, porque elas estão por todo lado.
Eles não gostam de como me visto, não entendem a cor do meu cabelo,
São sempre rigorosos … querendo que nos adaptemos ao mundo quadrado que eles mesmos idolatram, que ignoram o sofrimento que causam nas pessoas.
Mas eles são apenas humanos, criaturas cruéis e lindas, que erram… Todos nós erramos mas podemos escolher julgar os outros ou aceitar que ninguém é igual a ninguém.
Por isso se em algum momento você se sentir como se fosse nada lembre-se que eu sou como você e estou lutando para sobreviver e viver outro dia.
Não importa quantas vezes você fizer varias curvas erradas, lembre-se que não está sozinha e então lute você também, para sobreviver e ver o que vida ainda tem a nos oferecer.

by jackietava

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. geilsolimeira disse:

    Que texto incrível.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s